Arquivo da tag: #Afeganistão

BIN LADEN FOI FORJADO PELOS EUA NA GUERRA FRIA.

Supostamente morto no último domingo, em ataque arquitetado secretamente pela “Inteligência” norte-americana, Osama Bin Laden tem sua historia intimamente ligada aos EUA. Não somente porque foi o inimigo número um do “Tio Sam” na primeira década do século XXI.

Bin Laden, um dos herdeiros de um milionário saudita do ramo da construção civil engajou-se, assim como outros tantos muçulmanos, como voluntário na luta contra a invasão soviética ao Afeganistão, que até 1979 mantinha governo pró-ocidente. Ao invadir o Afeganistão, a União Soviética deu a oportunidade para que os EUA criassem um clima anti-soviético na comunidade muçulmana, em especial no Egito e na Arábia Saudita, países tradicionalmente pró-ocidente.

No início da década de 80 do século passado Bin Laden foi para o Afeganistão onde juntamente com outros voluntários de todo mundo árabe recebeu treinamento de guerrilha dos norte-americanos para combater a presença soviética no Afeganistão.  Em 1989 com a retirada das tropas soviéticas do país os afegãos treinados pelos EUA formaram o TALEBAN e assumiram o controle do Estado. Bin Laden reuniu milicianos de várias nacionalidades e formou a Al Qaeda.

Até 1991, com a Guerra do Golfo, Bin Laden e a Al Qaeda mantiveram-se alinhados com os EUA, porém, após o conflito contra o Iraque, onde os norte-americanos assumiram o compromisso de desocupar as bases militares cedidas pela Arábia Saudita para o conflito do Golfo. No entanto, não deixaram as bases ocupadas atraindo a ira de parte da comunidade islâmica, que tem na Arábia Saudita suas cidades sagradas. Em 1994 Bin Laden foi expulso de sua terra natal, e em 1996 convocou a Jihad (Guerra Santa) contra a presença de tropas estrangeiras na Arábia Saudita.

Comandando sua Al Qaeda Bin Laden promoveu vários ataques às posições militares e civis norte-americanas e européias, até que em 11 de setembro de 2001 atingiu o Império norte-americano no seu maior centro, a cidade que melhor representa o modo de vida norte-americano, Nova Iorque, sendo a primeira vez que os EUA sofreram um ataque estrangeiro em seu próprio território. Por quase dez anos Bin Laden figurou como o homem mais procurado do mundo, mas em 1º de maio, dia do trabalhador conquistou sua liberdade, estando morto ou não.

Anúncios